segunda-feira, 19 de maio de 2014

Yoga para pacientes com câncer



Fonte: Shutterstock

A Yoga, que em suas várias definições indica a busca interna pelo bem estar físico, emocional e espiritual do indivíduo, podendo interferir positivamente na vida do paciente. A técnica não consiste somente em exercícios corporais, mas sim trabalhar com a pessoa num sentido integral, atuando no seu campo físico, mental e espiritual. 
Por qualquer um desses três pontos pode-se iniciar um trabalho que visa fundamentalmente o equilíbrio. Quando alguém chega a encontrar o seu ponto de equilíbrio, ou seja, fazer com que essas três condições se encontrem e interajam em harmonia, encontra-se então o que chamamos de saúde. 

Portanto a manifestação desse equilíbrio nada mais é do que a saúde, a felicidade, o amor etc. No tratamento de câncer, a Yoga atua como um apoio necessário para sensibilizar o paciente, nesse momento tão especial, a reunir forças para efetuar mudanças profundas e significativas em sua vida. 

Trabalha-se o lado físico, através de exercícios de consciência corporal, respiração, e uma seqüência variada de alongamentos e ásanas (posturas), que possam pôr em movimento todas as partes do corpo, sem exceção. No aspecto mental trabalha permitindo, dando apoio e sustentação para que possam surgir em segurança conteúdos mentais e/ou emocionais que promovam a cura, ou a movimentação de estruturas já situadas no físico. No lado espiritual, segue um caminho comum ao mental, mas com conotações espirituais.

A sensibilização do paciente, aflorando por qualquer um desses três pontos de partida, pode despertar possibilidades que lhe ajudem a encontrar novos caminhos para a compreensão, a maturidade e a conscientização das leis da vida, das leis universais. 

Para realizar exercícios de Yoga é necessário sempre estar atento à natureza e às faculdades orgânicas da pessoa em questão. Não devem jamais se realizar exercícios sem um reconhecimento prévio e sem um controle devido e completamente necessário. 

Existem infinidades de ásanas (posições corporais) que podem corrigir transtornos orgânicos menores. 
Especificamente os que sofrem de câncer, podem perfeitamente realizar os exercícios da Hatha yoga, porque estes lhes oferecerão grandes benefícios, sobre tudo psíquicos, pois aumentarão sua capacidade de concentração e lhe imporão uma disciplina da qual geralmente carecem. O Shavásana (relaxamento) é o exercício que traz mais benefícios às pessoas que estão em tratamento oncológico , pois com esse exercício é possível descansar adequadamente, restabelecer o sistema emocional e encontrar-se consigo mesmo. 

O Radja yoga (exercícios mentais), pode também ajudar muito a esses pacientes, ensinando- lhes a educar sua mente e dirigir seus pensamentos. 

A técnica foi sendo adaptada às características de cada indivíduo. Assim surgiram modalidades que oferecem possibilidades para cada pessoa em especial. E cada modalidade serve-se de determinados procedimentos, sejam eles físicos, mentais ou espirituais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário